AP.: Pripyat Park - Ucrânia

Não podemos nos demorar muito em nossa próxima parada, pois correremos sérios riscos se assim fizermos... Lá vamos nós. Escondido no coração de uma zona esquecida do globo encontra-se um pequeno parque de diversões à moda antiga.

Bem Vindo a Pripyat Park!


Como o próprio nome sugere, o parque de diversões de Pripyat situa-se na cidade de Pripyat, no norte da Ucrânia, perto da fronteira com a Bielorrússia. A cidade contava com uma população de cerca de 50.000 pessoas e era o lar de trabalhadores da usina nuclear de Chernobyl. Esse nome lhe parece familiar?
Pripyat

Exato: a famosa usina de Chernobyl, aquela mesma em que ocorreu um acidente nuclear em 26 de abril de 1986, liberando uma nuvem radioativa contaminando pessoas, animais e o meio ambiente de uma vasta extensão de terras. Devido a esse acidente, a região ao redor de Chernobyl está abandonada devido aos perigos da radiação. Não poderia ser diferente com Pripyat.

Estava planejado para o parque temático ser aberto em 1 de Maio de 1986, em tempo para as comemorações do Dia do Trabalho na cidade, mas o parque de Pripyat foi aberto apenas por algumas horas, no dia 27 de abril de 1986, afim de manter a população entretida antes do anúncio de evacuação da cidade após o acidente nuclear em Chernobyl no dia anterior fosse feito.

Você já se perguntou por que o famoso símbolo do parque de Pripyat é quase sempre sua roda-gigante? Bem, a resposta é simples: não há muito mais para ser visto. O parque de Pripyat quase não merece o título de “parque de diversões”, uma vez que não era uma “Disneyland”. Contava com apenas quatro atrações: a famosa roda-gigante, carrinhos de bate-bate, balanços e algo do tipo “chapéu-mexicano” (ou sei lá como isso se chama). Quando a cidade de Pripyat foi abandonada em 27 de abril, assim também foi o parque de diversões. Muitos afirmam que o parque nunca foi aberto, mas existem fotos que mostram filas de pessoas na frente das atrações. Hoje, vendo os simples brinquedos enferrujados, fica difícil de imaginar que era para ser uma atração para 50.000 pessoas.


Em vez de riso das crianças, o parque de diversões é silencioso, uma triste lembrança de sonhos e vidas despedaçados. A grande roda-gigante tornou-se um símbolo trágico do desastre. Reparem um pouco nas fotos que virão a seguir. É possível perceber em algumas delas a presença de brinquedos de pelúcia, pendurados, apodrecendo. Esses bichinhos foram deixados talvez pelas crianças da cidade mesmo, antes da fuga, mas alguns foram trazidos por visitantes e deixados no parque como uma espécie de memorial.
Outra curiosidade sobre o parque: é uma das áreas mais contaminadas pela radiação em Pripyat. Embora haja partes perfeitamente limpo, outras áreas ainda são altamente radioativas: enquanto as peças de concreto são principalmente seguras hoje em dia, a região coberta por musgo é altamente perigosa, devido à radiação que contaminou o solo. Ou seja, passar rapidamente pela região não irá prejudicá-lo de imediato, mas não pense em construir sua casa naquela região, okay? Fica a dica.
Parece o cenário perfeito para um filme de zumbi, mas Pripyat não está morta: está se renovando. A natureza está crescendo novamente, lentamente. A grama cresce entre as rachaduras nas praça, arbustos e árvores encontram onde fincar raízes no solo contaminado. Pode até levar milhares de anos antes que a área torne-se segura o suficiente para a habitação humana.  O parque de diversões e a cidade de Pripyat ganharam destaque não apenas devido ao acidente nuclear, mas também pelas reconstruções feitas em videogames, como é o caso de "STALKER: Shadow of Chernobyl" e "Call of Duty 4 : Modern Warfare".

As decorações festivas ainda permanecem perto das atrações abandonadas, para comemorar sua – nunca concretizada – abertura. A silenciosa roda-gigante tornou-se um ícone inquietante do desastre nuclear da humanidade, uma vaga lembrança que ainda hoje assombra a região.




0 comentários:

Postar um comentário

About Me

Minha foto
Marina
Uma garota aparentemente "normal", que curte anime e mangá, e gosta muito de desenhar, ler e ouvir música. Uma garota apaixonada pela vida. Se alguém quiser saber mais, basta perguntar. Minhas páginas na Web: http://marilpatinha.deviantart.com/ http://llamastic.tumblr.com/
Visualizar meu perfil completo
Tecnologia do Blogger.